Como controlar a ansiedade no dia a dia?

Tempo de leitura: 4 min

Escrito por larigow
em 31 de janeiro de 2021

Hoje, conseguimos dormir (risos), trouxemos a última parte da série de 3 artigos que falaram sobre ansiedade, o mal do século.

Imagem: Canva

A chave para que as dicas funcionem de verdade é a repetição. Tentar uma vez não é o suficiente e não vai fazer a ansiedade desaparecer milagrosamente. Você precisa desenvolver hábitos positivos através da reeducação do cérebro. Lembrando que essas dicas servem tanto para os ansiosos generalizados, quanto para os ligeiramente ansiosos.

Pode soar complicado, mas está longe disso! As nossas dicas podem ser rápida e facilmente incorporadas no seu cotidiano. Confira-as abaixo.

Treine a respiração profunda

Respirar profundamente é um conselho antigo. Quando inspiramos o ar e expiramos vagarosamente, nosso cérebro compreende que podemos (e devemos) relaxar. O efeito é quase imediato.

Entretanto, pode ser difícil respirar fundo em uma crise de ansiedade, por exemplo, isso porque a respiração também é aperfeiçoada com a prática. Dois minutos praticando a respiração profunda é o suficiente para seu corpo aprender a acalmar-se.

Faça técnicas de relaxamento

Após um expediente cheio, procure uma música relaxante, desligue as luzes do seu quarto (se preferir) e deite-se confortavelmente. Não pense no trabalho, nos problemas, nas pendências. Concentre-se apenas em sua respiração e na música. De preferência, use fones de ouvido para aprofundar o relaxamento. Repetindo essa curta sessão de relaxamento diariamente, você logo sentirá menos ansiedade.

Pode parecer uma prática estranha à primeira vista, especialmente se você está acostumado a chegar em casa e ir direto para frente da TV. Porém, momentos de silêncio como este são importantes para a nossa saúde mental.

Pratique atividades físicas

É mais do que confirmado que movimentar o corpo pelo menos três vezes na semana ajuda a controlar a ansiedade, além de agir como prevenção e tratamento complementar para transtornos mentais. A atividade física libera os hormônios da felicidade (dopamina, endorfina e serotonina), promovendo o bem-estar e a disposição física pelo resto do dia.

Se você não tem o hábito, tudo bem. Procure uma atividade a qual acredita que irá gostar e persista pelos primeiros dias.

Organize o seu dia

Outra forma de controlar a ansiedade é planejar o dia com antecedência. Organize os seus afazeres domésticos e compromissos de forma que seja de fácil entendimento. Pode ser em uma agenda, em uma lista, em um aplicativo do celular ou em um mural. Assim, você reduz a imprevisibilidade e acumula autoconfiança para seguir com o dia.

Mas, fica um alerta: não se irrite ou se desespere com imprevistos. Eles são completamente normais. Nem sempre nossos planos são seguidos à risca.

Tenha um hobbie

Ocupe a sua mente com uma atividade divertida. Se você desconhece a sua paixão, esta dica é ainda melhor, pois você pode se aventurar em diversos hobbies até encontrá-la! A lista de possibilidades é infinita: instrumento musical, idioma, leitura, esporte, ou uma habilidade, como cozinhar ou desenhar.

Mude a perspectiva

Uma das características marcantes da ansiedade é o pessimismo. Quando ansiosas, as pessoas logo focam apenas no lado negativo. Para combater esse sintoma, busque o que há de melhor em cada situação e cultive o otimismo. Se a forma como você vê a vida está cheia de dificuldades, perrengues e estresse, transforme-a!

Você também pode utilizar essa técnica durante uma crise de ansiedade, modificando o foco de sua apreensão para algo mais agradável.

Durma bem

A qualidade do nosso sono reflete em nosso humor e disposição. Dormir bem é importante para a saúde como um todo, por isso, crie um ritual noturno para afastar o desgaste emocional e físico. Você pode tomar um chá, fazer uma leitura leve ou ouvir um áudio relaxante.

Procure se afastar de eletrônicos antes de adormecer. A televisão e o celular são estímulos desnecessários na hora de dormir. Outra dica é não pensar no dia seguinte. Deixe para lidar com as pendências da semana no momento correto, ou seja, após o nascer do sol.

Como tratar a ansiedade?

Cada pessoa desenvolve afinidade com uma ou outra estratégia para controlar a ansiedade. Aplicando essas técnicas no dia a dia, é possível minimizá-la e, de bônus, cuidar da sua saúde mental como um todo.

Porém, se os sintomas da ansiedade persistirem ou desencadearem outros mais intensos, recomenda-se procurar um psicólogo para estar certo de um diagnóstico.

A terapia é muito importante para pessoas ansiosas. Além de oferecer caminhos para administrar o transtorno de ansiedade generalizada no dia a dia, investiga os possíveis fatores por trás de seu surgimento.
Ao longo das sessões, o paciente ganha confiança e autonomia para controlar a ansiedade, modificar comportamentos nocivos e enfrentar situações, memórias e sentimentos dolorosos que podem estar afetando o presente. A terapia também serve como prevenção de transtornos mentais e ponte para o autoconhecimento, não apenas solucionar problemas existentes.

– Fonte

Se vocês gostaram do artigo, cliquem em “curtir” e deixe seu comentário.
Se você é nova por aqui e não conhecia o blog ainda, se inscreve na nossa newsletter para acompanhar aos próximos artigos que vêm por aí!
Um grande beijo, fiquem com Deus e até o próximo artigo!


Obrigado por apoiar o Blog Darminina

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade