Vamos falar de ansiedade?

Tempo de leitura: 1 min

Escrito por larigow
em 29 de janeiro de 2021

Hoje acordamos, ou melhor, nem dormimos para trazer um artigo sobre um problema que afeta uma grande parte da população mundial. É uma série de 3 artigos que vão falar sobre ansiedade, o mal do século.

Imagem: Canva

A ansiedade e o transtorno de ansiedade podem causar uma série de sintomas emocionais e físicos.

De acordo com a Organização Mundial de saúde (OMS), o Brasil é o país com a maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo inteiro e o quinto em casos de depressão. Conforme o levantamento da OMS, 9,3% dos brasileiros têm algum transtorno de ansiedade e a depressão afeta 5,8% da população.

Fonte: Unimed

O que é ansiedade?

Algumas pessoa podem pensar que ansiedade é apenas o sentimento que sentimos quando está para acontecer algo importante, mas ela pode ser mais grave que isso. A ansiedade excessiva pode se tornar uma doença, conhecida como transtorno de ansiedade generalizada. Este quadro faz com que a pessoa apresente sintomas de preocupação e medo extremo diante de situações simples da rotina.

Sintomas emocionais;

  • Constante tensão ou nervosismo
  • Sensação de que algo ruim vai acontecer
  • Problemas de concentração
  • Medo constante
  • Descontrole sobre os pensamentos, principalmente dificuldade em esquecer o objeto de tensão
  • Preocupação exagerada em comparação com a realidade
  • Problemas para dormir
  • Irritabilidade
  • Agitação dos braços e pernas.

Sintomas físicos;

  • Dor ou aperto no peito e aumento das batidas do coração
  • Respiração ofegante ou falta de ar
  • Aumento do suor
  • Tremores nas mãos ou outras partes do corpo
  • Sensação de fraqueza ou fadiga
  • Boca seca
  • Mãos e pés frios ou suados
  • Náuseas
  • Tensão muscular
  • Dor de barriga ou diarréia.

As crises de ansiedade, ou ataque de pânico, são bem comuns nos transtornos de ansiedade e, seus sintomas são:

  • Sensação de nervosismo e pânico incontroláveis
  • Sensação de morte
  • Aumento da respiração
  • Aumento da frequência cardíaca
  • Tonturas e vertigens
  • Problemas gastrointestinais.

Em alguns casos, os sintomas físicos são tão intensos que podem ser confundidos com doenças como infarto e outros eventos cardiovasculares.

– Fonte

Se vocês gostaram do artigo, cliquem em “curtir” e deixe seu comentário.
Se você é nova por aqui e não conhecia o blog ainda, se inscreve na nossa newsletter para acompanhar aos próximos artigos que vêm por aí!
Um grande beijo, fiquem com Deus e até o próximo artigo!


Obrigado por apoiar o Blog Darminina

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade